Franchisado MAXFINANCE

  • O Franchisado integra a rede MAXFINANCE sendo uma pessoa jurídica distinta da Max finance – Intermediários de Crédito, Lda.;
  • O Franchisado está obrigado a atuar de acordo com o código de conduta MAXFINANCE, que impõe, a transparência e a probidade na prestação do serviço de intermediação, e bem assim tutela o interesse dos clientes/consumidores;
  • Ao Franchisado não é permitido realizar operações bancárias ou financeiras.
  • Denominação: Celina Maria Gomes
  • Responsável : Celina Maria Gomes
  • Sede Social: Impasse da Sagrada Família Nº 10 1.frente 2735-374
    Agualva
  • Intermediário de Crédito: Vinculado, registado no Banco de Portugal com o nº 0004815
  • O registo de Intermediário de Credito pode ser consultado através do Link: https://www.bportugal.pt/intermediariocreditofar/celina-maria-gomes
  • Telefone: 965 363 961
  • E-mail: celina.gomes@maxfinance.pt
Mutuantes com contrato de vinculação: NOVO BANCO, SA, CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA.

 

Apólice Seguro de Responsabilidade Civil: Crédito Hipotecário: 2519027 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 13/02/2020 até 12/02/2021 Crédito ao Consumo:   2519028 – Hiscox, S.A. Sucursal em Portugal, válido de 13/02/2020 até 12/02/2021
 

Centro de Resolução de Conflitos

 

Disclaimer Legal:

Está vedado ao Intermediário de Crédito o recebimento ou entrega de quaisquer valores relacionados com a formação, a execução e o cumprimento antecipado dos contratos de crédito, nos termos do artigo 46º do Dec. Lei 81-C/2017 de 07 de Julho relativo ao Regime Jurídico dos Intermediários de crédito

 

A actividade de intermediário de crédito está sujeita a supervisão por parte do Banco de Portugal.


Os serviços de intermediação de crédito autorizados pelo Banco de Portugal:


– Serviços relacionados com Crédito Hipotecário e com Crédito a Consumidores: apresentação ou proposta de contratos de crédito a consumidores;


– Assistência a consumidores, mediante a realização de actos preparatórios ou de outros trabalhos de gestão pré-contratual relativamente a contratos de crédito que não tenham sido por si apresentados ou propostos;


– Serviços de consultoria.


Em caso de processo de reclamação, a mesma deverá ser apresentada das seguintes formas:


– Através do preenchimento do livro de reclamações, seja em formato físico, disponível nos balcões das instituições, seja em formato eletrónico, disponível em https://www.livroreclamacoes.pt/inicio


– Diretamente ao Banco de Portugal, através de carta ou do link https://www.livroreclamacoes.pt/inicio